Sobre nós

FORMAÇÃO

Somos uma empresa que une a experiência de :

– Experiência de 22 anos de execução e projetos de obas seca do engenheiro civil Carlos Alves (CREA 92653)  mais 

– 22 anos de experiência em construção civil e projetos BIM do arquiteto Alessandro Flores (CAU A24140-7) e 

– Muitas toneladas de aço já projetados e executados do técnico (e quase engenheiro mecânico) Mateus Martin (CREA 206136).

 

PROJETOS

Temos capacidade tecnológica de projetar, gerir e executar sua obra com construção seca, através de ferramentas BIM e vasto conhecimento adquirido após muitos cursos e participações em seminários no Brasil e exterior, estamos sempre aprendendo .

 

Nosso curriculum

Algumas das primeiras obras de drywall do RS foram pela iniciativa do Eng Carlos Alves, em 1996, quando tornou-se parceiro da Placo do Brasil.

Ele executou o drywall dos primeiros edifícios residenciais a utilizar a tecnologia, em Porto Alegre, nos anos de 2002.

Ele também executou sua residência em wood frame (a mais antiga obra da tecnologia encontrada);

O eng Mateus Martin dimensiona estruturas metálicas de grande porte e já tem larga experiência no assunto.

O Arq Alessandro Flores desenvolve tecnologia de suporte para construções através de ferramentas BIM, para clientes no RS e em SP, onde reside.

Ultimas Postagens
Publicado em: 20 de janeiro de 2020
Novas tecnologias nas chapas cimentícias!

À medida em que a construção civil se inova, a quantidade de resíduos gerados no meio ambiente cresce simultaneamente. O sistema construtivo Light Steel Frame vem avançando no mercado brasileiro, trazendo consigo novos produtos, técnicas e conhecimento. Um desses novos produtos corresponde a Placa Cimentícia, utilizada na vedação interna e externa das construções, proporcionando versatilidade e ótimo custo-benefício. A ideia do aproveitamento de resíduos de borracha proveniente de pneus inservíveis tornou-se uma ótima alternativa para concepção de novos materiais, favorecendo ao meio ambiente e, em alguns casos, mais viáveis financeiramente e tecnicamente do que os materiais convencionais. Neste sentido, este estudo busca apresentar propriedades de uma placa cimentícia com a substituição parcial do agregado miúdo por resíduos de borracha. Além de realizar análises físicas e mecânicas normatizadas pela NBR 15498 (2016), e compara-las aos resultados das placas comercializadas no mercado, para verificar a viabilidade deste produto na construção civil

Ler Noticia
Publicado em: 21 de junho de 2019